Mario Queiroz celebra 18 anos de marca #DFB2014





Mario Queiroz escolheu Fortaleza para apresentar sua coleção comemorativa de 18 anos de carreira. Com um histórico cheio de desfiles inesquecíveis, criações femininas e o lançamento de uma linha de moda praia, apresentada ano passado durante o DFB 2013, o estilista levou para a passarela uma coleção auto-referente com peças que pontuam sua trajetória. "Projetamos roupas e acessórios a frente de nosso tempo elas se tornaram atemporais: conservaram o frescor da vanguarda", considera.


O resultado visto na passarela foi um delicioso mergulho no universo masculino que Mario construiu durante quase duas décadas. Um homem ousado, que valoriza o estilo e não tem medo de arriscar. Cropped, superfícies brilhates, aplicações de canutilhos, saias e slim fit imprimem sensualidade e uma atitude vanguardista.

As peças fazem um crossover entre o streetwear, o casual chique, o beachwear e as roupas de festa em 27 looks de tirar o fôlego e que despertam o desejo imediato de consumo. Na cartela de cores: dourado, cru, laranja, azul, preto, branco e prata. O styling leva a assinatura precisa de José Augusto Fabron, que dirige a marca com o estilista desde seu início. A trilha sonora de Rodrigo França (Omni Music) também segue o ecletismo e mixa King Krule e Arctic Monkeys aos clássicos das décadas de 80 e 90, como Joy Division, Morrisey e New Order.





Joias Rommanel por Mario Queiroz


Mário que tem uma carreira acadêmica paralela a de designer, tornou-se doutor em Comunicação e Semiótica em novembro passado com a tese “Homem e/ou Mulher – as representações de masculino e feminino nas imagens de moda”, onde defende que a moda vem diminuindo as diferenças que estabelecem o que deve ser masculino e feminino. “Assim também acontece com nossas criações: muitas mulheres se identificam com elas”, explica Mario Queiroz, que se considera um defensor da moda autoral, aquela que se realiza sem a velocidade do “fast-fashion”: “É preciso ter tempo para pesquisar e se envolver com o tema da coleção, além da fabricação que passa pelo trabalho manual”.



Clique aqui e entenda a relevância do Dragão Fashion Brasi





Fotos divulgação DFB por Roberta Braga / Silvia Borielo / Ricardo K. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário