PP :: BOLSAS QUE CARREGAM MUITO VALOR



Talvez uma vida passada explique: se tem uma coisa que me dói, de verdade, é desperdício. Quando a salsa e cebolinha murcham na geladeira eu já sofro. Quando pisei no mundo do design, especialmente de moda, levei um tapa na cara, pois esse sistema fast fashion que determina prazos de validade de produtos, incentivando reposição de peças a cada estação de modo a acompanhar as novas informações de moda, faz com que o consumo seja excessivo e o descarte ainda maior.

Passei a pesquisar sobre práticas mais sustentáveis neste mercado e nessa ocasião já ouvi falar da Petula Silveira. A mim pareceu que com esse nome, a guria não podia mesmo fazer algo comum.  Combinado com Amanda Py, que me soa tão querido, gosto de pensar que o resultado já estava prenominado (ao invés de predestinado): o surgimento de algo não convencional e bastante especial.

A prova é a PP, marca conduzida pelas gaúchas que utiliza materiais descartados pelas indústrias do pólo couro-calçadista do Rio Grande do Sul na confecção de acessórios. Ao aproveitar este material, a PP Acessórios contribui para a diminuição do descarte e do acúmulo de lixo tóxico no meio ambiente e evita que novos recursos sejam demandados para produção.




Na PP a regra é zero descarte. Elas aproveitam tudinho o que um pedaço de couro pode oferecer: primeiramente fazem a bolsa, depois as capas de tablets e as carteiras e quando só o que ainda resta é retalho, elas fazem pulseiras. Ah! E do miolo fazem tags, sendo que os pequenos filetes que sobram são doados para trabalhos escolares.

 



















Só isso já me bastaria para achar o produto elaborado pelas gurias o máximo mas o valor do trabalho delas vai além. Tudo é feito à mão e em edição limitada.



























Eu visitei o ateliê que fica no porão de pedra de uma casa antiga numa rua de paralelepípedo lindamente arborizada em Porto Alegre e conversei com a Amanda e sua pequena equipe. 



  



Todas compartilham dos mesmos valores, acreditam na energia que os produtos carregam, colocam suas mãos e seu carinho em todo o processo de confecção artesanal, sabem quem comprou cada peça, conhecem as clientes e se sentem orgulhosas por participarem de um processo que consideram especial. “Adoro ver uma bolsa sendo usada por uma cliente e saber que eu fiz” diz Bruna, da equipe da PP. De fato, essas bolsas levam dentro todo amor destas gurias.



O vídeo da marca mostra um pouco mais deste universo. Enjoy!



SERVIÇO
Porto Alegre - Rua Dinarte Ribeiro 18, Moinhos de Vento. Tel.: (51) 3095-1045
São Paulo - Rua Artur de Azevedo 499, Pinheiros. 
Tel.: (11) 2667-8840

Nenhum comentário:

Postar um comentário