Um brinde! É tempo de festa!







Primeiro de dezembro chegou abrindo a temporada de festas! E nós, do FANZINEURBANO, adoramos uma boa comemoração e preparamos um especial FESTA, que será publicado por cinco domingos consecutivos, de hoje até o dia 29. Aproveitar o clima de confraternização no trabalho, com os amigos e praparativos de 
 Natal e Réveillon para falar sobre brindes!! Afinal, em todas esses eventos o que mais ouvimos é o tilintar dos copos e taças.

Vamos brindar ao que se passou, às vitórias alcançadas e à esperança de futuras conquistas. Muitos brindes de promessa e metas a serem cumpridas e outros de superstição. E é justamente da superstição que a prática do brinde teve sua origem.

Os imperadores e monarcas do século IV a.C quando queriam matar alguém do seu convívio social colocavam veneno em suas taças de vinho. Dessa forma, durante os banquetes, quando um anfitrião queria demonstrar a seus convidados que o vinho não estava envenenado, chocavam suas taças de metal com força para que o vinho de um recipiente se misturasse com o do outro. Assim, se algum deles estivesse envenenado, ambos beberiam.

O brindar até hoje carrega essa aura de superstição. Todo mundo conhece alguma, como olhar para cada um dos convivas durante o brinde, ou ainda nunca colocar a taça na mesa após o tim tim sem antes dar um gole.  No quesito experiência sensorial, podemos considerar o brinde a cereja do bolo. A bebida trabalha com quase todos os nossos sentidos:

- Visão, ao vermos a bebida é o primeiro sentido que nos desperta a vontade de beber;
- Olfato, ao sentir o aroma da bebida que estamos prestes a ingerir;
- Tato, ao sentir a textura da bebida deslizando pela boca e  garganta;
- Paladar, ao sentir o sabor da bebida;
- Audição, aguçada pelo tilintar dos copos.


REGRAS PARA UM BRINDE


Você sempre deve reverenciar alguma coisa, por isso, ao solicitar um brinde anuncie aos convivas o motivo. Ao falar, sua justificativa deve ser longa o suficiente para exaltar o motivo, mas curta o bastante para ser graciosa, cerca de um minuto.

Sempre olhe no olho da pessoa com quem está brindando, o ato de partilhar bons desejos pede cumplicidade.

Se estiver em uma mesa longa, com muitos convidados, faça o tim tim com as pessoas mais próximas e, com os mais distantes, apenas olhe e faça uma menção com a cabeça levantando a taça. 

+ Após o brinde nunca deixe de dar um gole na bebida antes de repousar a taça na mesa, afinal o objetivo do brinde é beber, não é mesmo!!


O brinde mais clássico é com champanhe, mas podemos usar a bebida que mais nos agrade ou mais apropriada para cada situação. E não precisamos esperar grandes momentos ou acontecimentos para isso. Por que não brindar o ano todo? Às nossas vitórias e desejos do dia a dia? Afinal, é tempo de festa!





Nenhum comentário:

Postar um comentário