Performances da Memória




O coletivo “Performances da Memória”, com os artistas plásticos Danielle Noronha, Emídio Contente, Léo Sombra, Monica Toledo, Sergio Kal e Sérgio Lucena, está em cartaz na Galeria Mezanino, na Liberdade (SP), das 18h às 21h. A mostra também marca a primeira participação dos artistas Danielle Noronha, Emídio Contente e Sérgio Lucena como representados pela galeria. Na abertura, aconteceu o lançamento do livro homônimo, organizado pela artista e pesquisadora audiovisual Monica Toledo Silva, que reúne uma série de ensaios sobre o pensamento da memória como performance. O resultado é um corpo histórico, que comunica com gestos, afetos e teorias contemporâneas que melhor contemplam os estudos da memória, pelo olhar das artes plásticas, cênicas, digitais, neurociência, psicanálise, psicologia, entre outros.

A obra é dividida em quatro setores: Gestos da memória ou os visíveis do corpo; Memórias fraturadas: mapas abertos; Imprecisão tecnológica como traço de memória e Encontra-se para perder-se: o fantástico da memória. A idéia do livro nasceu no seminário idealizado por Monica, que também agregou a sua proposta de pós-doutorado no Programa de Comunicação da Faculdade de Ciências e Letras (FAFICH da UFMG).












Danielle Noronha, que participou este ano da residência International Art Workshop em Gludsted (Dinamarca), apresenta aquarelas onde fragmentos da natureza são protagonistas. Praias, florestas e a vegetação são retratados em suaves pinceladas. Sua produção se divide entre a pintura à óleo, aquarela e gravura.


















Emídio Contente venceu a categoria fotografia do Movimento Hotspot 2013 e faz sua estréia em uma galeria de arte, no Sudeste, apresentado seus estudos fotográficos em preto & branco da série ‘COBOGÓS’, de 2012, onde o tijolo cobogó (criado em Pernambuco, é um elemento pré-fabricado vazado que se utiliza na construção civil em substituição à alvenaria, garantindo ventilação e iluminação naturais no interior dos edifícios) é usado como câmera pinhole.







Léo Sombra mostra fotografias da série “Memórias”, realizada este ano, onde suas fotos são recriadas revelando lugares antes guardados apenas na mente do observador. Ele vive experimentando e usando o suporte como fotografia adulterada.









Monica Toledo mostra um vídeo em que registros rastreados e tempos imprecisos de obras de três artistas são apresentados, onde momentos cênicos e visuais que performam memórias de Julia Panadés, Juliana Moraes e Monica Toledo - que participam da obra literária na seção sobre o Corpo. A montagem inédita (e desenvolvida especialmente para a Galeria Mezanino) foi criada para o lançamento do livro "Performances da Memória”.




Sergio Antunes Kal, que participa do livro, apresenta desenhos da série JARDIM, de 2013, onde elementos da natureza se apresentam de forma etérea e leve em nanquim sobre papel. Sua pesquisa encara as possíveis relações entre os objetos e o homem.



Sérgio Lucena traz pinturas, óleo sobre tela, onde explora a correspondência entre a realidade interior e o mundo exterior (tendo como base as paisagens etéreas). Obteve prêmios em diversos salões no Brasil e participou de workshops promovidos por instituições na Dinamarca, Alemanha e Estados Unidos da América.


SERVIÇO:
Mostra “Performances da Memória”, com Danielle Noronha, Emidio Contente, Léo Sombra, Monica Toledo, Sergio Kal e Sérgio Lucena
Período: Até 21/dez/2013 (terça à sexta, 14h-20h e sábado, 11h-18h)
Local: Galeria Mezanino: rua da glória, 279, cj 61, Liberdade - São Paulo 


Livro Performances da Memória 
organizadora: Monica Toledo Silva
colaboradores: Carlos Falci, Chico Marinho, Edileusa Santiago, Guilherme Massara, Helio Herbst, Julia Panadés, Juliana Moraes, Luciana Andrade, Maria Luisa Magalhães, Marcus Bastos, Mônica Ribeiro, Nísio Teixeira, Nuno Manna e Sergio Kal
projeto gráfico: Elza Silveira


FONTE: Galeria Mezanino

Nenhum comentário:

Postar um comentário