como se constrói um homem bikkembergs


Sou fissurado na imagem de moda viril e homoerótica da Bikkembergs. Tive a oportunidade de conhecer algumas lojas da marca e todas as minhas expectativas em relação a adequação produto x visual merchandising foram confirmadas. Falando em comunicação visual, as vitrines da marca são sempre impactantes, com manequins musculosos e sungas/cuecas ínfimas, muito além de Calvin Klein. Homens truculentos, com cara de macho-de-verdade vendendo moda da melhor qualidade para metrosexuais, gays de abdômen trincado e alguns HTs envocadinhos.


Os manequins sempre me impressionaram, enormes e musculosos... Mas para a minha surpresa eles derivam de homens reais. Até então o corpo do jogador Alberto de La Bella era usado como base, porém o ultimo deles foi feito a partir de um molde de Hector Verdes Ortega, de 25 anos do Barcelona Athletic’s B. Depois de modelado, uma versão em massa plástica foi feita para permitir a reprodução em massa, realizada em fibra de vidro. Para nosso deleite termos duas cores dos bonecos: uma em cinza para Dirk Bikkembergs Sport Couture e outra em branco para a Bikkembergs.

O desfile primavera-verão 2011 traduz a essência da marca. Realizado na Cidade do Cabo, na África do Sul, a passarela foi montada em frente ao pé de uma formação rochosa (fotos que abrem esse post) e transmitido ao vivo na Piazza Duomo em Milão no dia 18 de junho.








Nenhum comentário:

Postar um comentário