demolição ou arcano XVI














No décimo sexto arcano do Tarot, a Torre é mostrada como uma construção cujo cume está em chamas, causadas por um raio que deflagra um incêndio devastador. Servos e senhores têm de deixar a construção, o clima é de pânico, o cenário é catastrófico. No alto do prédio, vê-se uma coroa que tomba com o golpe luminoso que vem dos céus.

É uma imagem poderosa que geralmente anuncia, para quem a retira, que todos os seus esquemas de apoio e segurança foram abalados, que uma crise no mundo externo o fez olhar para dentro e perguntar: Que valores, além destes que até hoje conservei, eu possuo para passar por esta crise sem sucumbir e poder me reerguer? Ou: Onde falhei, já que não fui capaz de me estabilizar o suficiente? Qual é o segredo da verdadeira segurança e estabilidade? Qual o sentido deste evento dentro da minha caminhada? A Torre é um golpe que vem de fora e que nos solicita olhar para dentro e refletir.

Quando aparece numa consulta, ela significa que as coisas que não se encaixam serão separadas definitivamente por pelo Destino na vida do consulente. A mudança através da força da natureza uma oportunidade de um novo começo material sem rompimento propriamente com o espiritual, o consulente com isso tem forças para se erguer, pois o que não o destrói o fortalece.
De acordo com os especialistas, esta representação seria a passagem bíblica conhecida como a torre de Babel, na qual os presunçosos construtores do edifício foram punidos por quererem chegar até o céu.

É considerada a carta mais nefasta do tarô e todos os seus perigosos significados são decorrentes do proximidade do diabo, a carta anterior. Lembra também a falta de capacidade do homem em responder de forma eficiente a uma determinada situação externa, isso o afeta de tal maneira que ele despedaça sua própria condição interna ou de outros. É a destruição de algo já estabelecido.

Em sentido geral, indica dificuldades em todos os aspectos; no plano mental, adverte que o consulente está mergulhado numa situação governada pela temeridade, no qual tudo tende a ser resolvido com presunção, sem atender ao chamado do bom senso ou aos conselhos de outras pessoas.

Além disso, a pessoa corre o risco de estagnação, pois se escraviza as idéias que acredita certas. Se favorecido por uma carta positiva que esteja próxima, a sua mensagem é uma advertência de que não se deve esquecer a humildade própria da condição humana.
No aspecto afetivo, sugere a destruição de uma relação afetiva importante. No significado esotérico, mostra desastre espiritual que afetará o consulente por meio de ação não condizente com as necessidades do momento ou da situação.

Representa a ira de Possêidon, Sodoma e Gomorra, a torre de babel, rei Midas, rege os feiticeiros, o mal, os vudus, representa também a reformulação das religiões. Planeta: Plutão, Netuno, Urano e Saturno. Júpiter (raio) destruindo a torre (prova de fogo). O raio de Zeus é o raio de Urano.







Um comentário: