lobão | peidei mas não fui eu

Na madrugada de ontem, o músico Lobão incrivelmente lúcido e divinamente bem resolvido com sua venda de cds lançou no programa do Jô a campanha PEIDEI mas não fui eu. Um movimento jocoso e cínico que tira uma onda com a cara dos políticos escrotos do nosso feudo terceiro-mundista.

A lógica é simples... o PMNFE (PEIDEI mas não fui eu) chega para por fim na morosa discussão em torno do “Cansei” e coloca ordem no puteiro. “O Lula está com a mão amarela e cheia de cabelo e ainda assim o ibope do presidente não cai... As pessoas acham que ele não tem culpa nenhuma. Isso é absurdo”, uivou Lobão no sofá do Jô. Segundo o artista, em declaração à Jô Soares em seu programa, uma saída inteligente para o manifesto está no uso da jocosidade e galhofa. Por conta disso, recentemente ele esteve em Brasília para visitar o Senado. Entrou de peito aberto, com sua estampa enfrentativa que diz: PEIDEI mas não fui eu. A frase faz referência a putaria que rola solto entre os políticos que fazem jogo de empurra e tiram onda com a cara dos cidadãos brasileiros.

A idéia tem tudo para se transformar no mais novo hype do mundo da moda... Promessa de sucesso entre camelôs. Diversos artistas apoiaram a inciativa de Lobão, mas, a redação do f a n z i n e u r b a n o torce para que o movimento pegue carona no povão. Que a estampa contestadora e muito bem-humorada ganhe as lotações, trens, ônibus e ruas da cidade. Como o mestre lobão diz: “tem que sacanear com esses caras mesmo”. Apoio total!


Um comentário: