temporada em pouso alegre ou o peixe morre pela boca

















Desde os tempos da caverna o bicho homem se reúne, confraterniza e realiza ritos de passagem por meio da comida. A alquimia da culinária realmente impressiona e a combinação correta de temperos, óleos, carnes e grãos é capaz de despertar memórias cheias de desejos, ódios e paixões. Uma chepa bem feita muda os rumos da história. Um exército bem alimentado é capaz de ganhar Constantinopla e como diria minha querida avó “saco vazio não pára em pé”...

Conhecida na família como Vó Quinha ela era uma verdadeira bruxa do paladar. O quinha nasceu lá no sul de Minas Gerais, dizem que uma variação contraída de Maricota, Maricotinha... Quinha. Suas feijoadas eram famosas em todo o bairro e de tempos em tempos a família se reunia em torno do panelão num encontro de matilha que reduzia moços e velhos a um simples estômago. Vó das Balas. Seus netos, entre um pique bandeira e outro, faziam pit stop em sua cozinha para um suco, bolo, pipoca e balas. Assim ela ganhou mais uma alcunha. Cozinheira de mão cheia dominou a família com suas rédeas altivas por décadas, somente com o poder da comida.
Há quem garanta que as boas receitas, aquelas que passam secretamente entre gerações, são na realidade feitiços poderosos. Encantamentos alquímicos que resistiram ao tempo e às fogueiras por conta da oralidade e cumplicidade entre fêmeas. Como o hiato entre o caldeirão e o microondas é gigantesco, acabamos nos acostumando com as maravilhas flavorizadas artificialmente. Entre essas porções de ração humana, algumas vezes, é possível reunir parte da matilha e reviver instintos básicos regados a desejos líquidos.

2 comentários:

  1. Pouso Alegre? Salvador?
    Gros bisou...

    ResponderExcluir
  2. A primeira foto retrata exatamente o que sente minha alma nesse momento, uma solidão bonita, daquelas de me entender bem conmigo mesma, quando o outro não dita as regras, vem pra acrescentar, apenas...
    Mais uma vez vc acertou em cheio.
    E eu matei um pouquinho da saudade.
    E o nosso papinho?
    love u, amigo bs demais!!!!

    ResponderExcluir